Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quarta, 07 Março 2018 17:16

Chinês é preso com US$ 440 mil em dinheiro em Registro

Durante a abordagem, o suspeito deu a entender que os policiais poderiam ficar com metade do dinheiro
Homem vinha de Curitiba com destino a São Paulo quando foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal Homem vinha de Curitiba com destino a São Paulo quando foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal Divulgação/PRF-SP
Por Folhapress

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na terça-feira, quase US$ 440 mil em dinheiro com um comerciante chinês que viajava de ônibus pela rodovia Régis Bittencourt, na região de Registro, no Vale do Ribeira. O valor convertido chega a pouco mais de R$ 1,4 milhão.

Segundo a polícia, o suspeito havia saído de Curitiba em um ônibus com destino ao Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo, mas foi parado por volta das 15h30, no km 439 da estrada. Durante a vistoria, os maços de dólares foram encontrados na bagagem do estrangeiro.

Questionado, ele falou que é comerciante da região da rua 25 de Março, no centro de São Paulo, e que usaria o valor para pagar transações comerciais. Ele, no entanto, não tinha comprovação da origem do dinheiro, o que só é permitido para valores em dólar equivalentes a até R$ 10 mil.

A polícia afirmou que durante a abordagem, o suspeito deu a entender que os policiais poderiam ficar com metade do dinheiro, mas voltou atrás e se desculpou falando que não falava bem o português, disse a PRF. O caso foi registrado como crime contra a ordem tributária e o homem foi liberado para responder em liberdade.

Na semana passada, a Polícia Militar apreendeu outro R$ 1,8 milhão em um carro que trafegava pela região de Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Os dois homens que estavam no veículo tentaram subornar os policiais durante a abordagem, mas foram presos.

Transportar grandes valores em espécie não é crime no país, desde que o montante tenha origem comprovada.

O advogado Ademar Gomes, presidente da Associação dos Advogados Criminalistas de SP, diz que a verificação pode ser feita com demonstrativos do imposto de renda e documentos que atestem, por exemplo, que o valor transportado saiu de uma transação comercial.

Caso contrário, durante uma abordagem policial surpresa, o dinheiro será apreendido e ficará sob a guarda da polícia até que seja confirmada sua legalidade.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado