Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Terça, 27 Fevereiro 2018 11:19

Ilhabela é nota A no Mapa do Turismo Brasileiro de SP

O arquipélago de Ilhabela chegou ao topo do ranking do turismo nacional, subindo para a categoria A em 2018 – segundo medição do Mapa do Turismo realizada e válida para o período entre 2017-2019
Vale também ressaltar os eventos de qualidade que Ilhabela oferece, principalmente na baixa temporada, atraindo milhares de turistas Vale também ressaltar os eventos de qualidade que Ilhabela oferece, principalmente na baixa temporada, atraindo milhares de turistas Divulgação/PMI
Por Patrícia Rosseto
Do Litoral Norte

Ministério do Turismo divulgou recentemente a nova categorização no Mapa do Turismo Brasileiro, que identifica o desempenho da economia do setor nos municípios. Com isso, o arquipélago de Ilhabela chegou ao topo do ranking do turismo nacional, subindo para a categoria A em 2018 – segundo medição do Mapa do Turismo (Mtur) realizada e válida para o período entre 2017-2019.

A partir de quatro variáveis de desempenho econômico – número de empregos, de estabelecimentos formais no setor de hospedagem, estimativas de fluxo de turistas domésticos e internacionais – os municípios foram divididos por letras, que vão de ‘A’ a ‘E’. De acordo com a nova classificação, houve crescimento da atuação do turismo em 358 municípios.

Além disso, 189 cidades subiram da categoria ‘E’ para ‘D’, tornando-as aptas a receber recursos federais para promoção de eventos, por exemplo. Isso porque, segundo portaria 39/2017 do MTur, somente municípios classificados entre ‘A’ e ‘D’ podem pleitear apoio a eventos geradores de fluxo turístico. Ainda seguindo essa portaria, apenas 82 cidades ficarão de fora da lista de pleitos do MTur por descer de categoria, uma vez que deixaram a categoria ‘D’ e passaram para ‘E’.

“A melhoria na classificação de destinos como Ilhabela mostra que nossos municípios têm trabalhado cada vez mais para fortalecer sua atividade turística e reconhecem que esse é um caminho natural também para o fortalecimento das economias locais. No que diz respeito ao Ministério do Turismo estamos atentos às demandas do setor como melhoria de infraestrutura, legalização e qualificação dos serviços”, avaliou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Ricardo Fazzini é importante destacar que este resultado reflete um trabalho feito com planejamento, como Plano de Marketing Turístico Estratégico.

O plano de marketing turístico foi desenvolvido seguindo pontos norteadores, como necessidade de redução da sazonalidade; diversificação da oferta, caracterizando melhor os produtos a fim de ter um público mais qualificado, além de consolidar a imagem de Ilhabela como destino de natureza, gerando mais empregos e renda.

A capacitação profissional empresarial também merece atenção. Alcançamos o recorde de pessoas e empresas capacitadas em 2017. Foram oferecidas diversas qualificações na cidade em parceria com o Sebrae, Senai e Senac. “Temos que deixar os profissionais que trabalham com turismo em Ilhabela mais preparados, com especializações e atualizações”, disse Fazzini.

Vale também ressaltar os eventos de qualidade que Ilhabela oferece, principalmente na baixa temporada, atraindo milhares de turistas. “Podemos usar de exemplo os parques que estão sendo construídos, como o Parque Ecológico do Perequê, além do Parque das Cachoeiras, as torres de observação de aves e a manutenção das trilhas. Também serão construídos o Centro de Convenções, Marina Pública, e muito mais”, exemplificou Ricardo Fazzini.

“É uma satisfação obter esse resultado, já que ainda estamos no início do trabalho proposto. O ano de 2017 foi de planejamento, mas já executamos e investimos muito, principalmente na capacitação da mão de obra local e no despertar de um sentimento de pertencimento à cidade ao potencial que temos aqui para trazer um turismo de qualidade, pensando sempre em tornar a nossa ilha autossustentável. É só o início. Mesmo com a nota A e no topo do turismo nacional, Ilhabela continuará o trabalho turístico de forma planejada agindo nas diversas áreas do turismo segmentado, como o turismo de natureza, de negócios, eventos, casamentos, navios de cruzeiros, entre outros”, explica o prefeito da cidade, Márcio Tenório (PMDB).

“Não vamos nos acomodar com este importante resultado. O trabalho que estamos fazendo é visando atingir níveis ainda melhores no turismo nacional e internacional. A ideia é posicionar Ilhabela como o “Melhor Destino de Natureza do Brasil” até 2020. É uma ação conjunta, uma parceria com vários órgãos, sociedade civil, com a diretoria de Trabalho e Emprego, pensando sempre na qualificação da nossa mão de obra”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Ricardo Fazzini.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado