Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Terça, 29 Maio 2018 17:19

Engenharia da vida está prestes a criar 40 novos tipos de uva 100% brasileiras

Um trabalho iniciado há 41 anos pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) transformou um País até então importador de uva e vinho em importante ator no mercado mundial da fruta e da bebida. E as pesquisas feitas em Bento Gonçalves (RS) e em Petrolina (PE) já estão em fase de validação de 40 novos “tipos” de uvas sem sementes, tipo gourmet.Segundo a estatal, essas novas frutas serão ainda melhores que a BRS Vitória, desenvolvida pela Embrapa e que vem se destacando no Vale do São Francisco, entre Pernambuco e a Bahia, pela excelente produção, resistência a doenças e aceitação pelo mercado consumidor.

No curto prazo, serão finalizadas três novas uvas: uma é destinada aos vinhos de mesa, com atributos sensoriais que remetem a uma bebida elaborada com uvas europeias. As outras duas são frutas de mesa, sem sementes. A primeira é rosada e tem sabor especial, a segunda é branca, com bagas de formato elíptico que lembram a Thompson Seedless.

Também estão sendo avaliadas uvas de mesa sem semente, com redução do manejo dos cachos no parreiral da fazenda e menor exigência em mão de obra. Com relação às uvas para suco, estão sendo desenvolvidas frutas adequadas à colheita mecânica, tintureiras e sem sementes.

Desenvolver um novo vegetal é um trabalho minucioso, de paciência. Os avanços são lentos porque os resultados só podem ser avaliados safra após safra, depois que a planta entra na fase produtiva, o que pode levar anos... 

Mas, os técnicos e pesquisadores brasileiros têm feito a diferença em prol do produtor rural, do consumidor e da economia nacional, num trabalho que raramente ganha destaque na mídia. 

E essa política pública garante a segurança alimentar no País, uma vez que ajudou a elevar a produção agrícola brasileira nas últimas décadas, tornando o alimento mais acessível para classes de menor renda. E todo esse trabalho é, muitas vezes, feito na raça, sem o devido aporte de verbas públicas.

Nessa trajetória de melhoramento genético da uva brasileira iniciada em 1977, já foram lançadas dezenove variações da fruta, atendendo as cadeias produtivas de suco, vinho e para consumo in natura. E todas elas com alta produtividade e tolerância a doenças, com melhores resultados de produção para as condições de clima e solo brasileiros em relação às uvas importadas.

Para que servem.
Embora a elite rural brasileira canse de alardear que é o produtor rural quem preserva o meio ambiente através de uma legislação exigente, um novo estudo realizado na Escola de Agricultura da USP, em parceria com o KTH Royal Institute of Technology e a Chalmers University of Technology, ambos da Suécia, revela o contrário.

Unidades de conservação.
Das 52 gigatoneladas (Gt) que compõem o estoque de carbono armazenado em vegetação nativa no Brasil, 67% estão em terras públicas, sendo que metade está protegida em unidades de conservação ou terras indígenas.

E as terras indígenas?
Apesar de os estados e a União serem os principais ‘donos’ desse carbono, isso não significa que essas reservas estejam protegidas, sem o risco de se converterem em gases de efeito estufa (GEE). Cerca de 10 Gt estão em terras públicas sem titulação, onde a disputa pela propriedade e o desmatamento ilegal desafiam a vegetação e podem levar ao aumento das emissões de GEE.

Sempre tem ‘alguém’.
Milhões de objetos, entre planetas, luas, cometas, asteroides e meteoroides aninham-se no nicho gravitacional do Sistema Solar. Mas, só um único objeto, o asteroide (514107) 2015 BZ509, tem trajetória retrógrada...
Isso significa que o tal o asteroide é o único corpo celeste entre os milhões que ‘habitam’ o Sistema Solar que gira em torno do sol na direção contrária aos demais.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado