Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
Segunda, 13 Novembro 2017 12:28

Número de mortos em terremoto na fronteira de Irã e Iraque passa de 340

Ao menos 5.953 pessoas ficaram feridas no Irã, segundo a agência estatal Irna. No Iraque, são 535 feridos, informou o governo local
Terremoto deixou ao menos 348 mortos -341 do lado iraniano e sete em solo iraquiano Terremoto deixou ao menos 348 mortos -341 do lado iraniano e sete em solo iraquiano Associated Press
Por Folhapress

Um forte terremoto atingiu neste domingo (12) a fronteira entre o Iraque e o Irã e deixou ao menos 348 mortos -341 do lado iraniano e sete em solo iraquiano-, segundo balanço divulgado pelas autoridades dos dois países nesta segunda (13).

Ao menos 5.953 pessoas ficaram feridas no Irã, segundo a agência estatal Irna. No Iraque, são 535 feridos, informou o governo local. O número de desabrigados pode chegar a 70 mil, de acordo com o Crescente Vermelho.

De acordo com o Instituto Geológico dos Estados Unidos, o tremor de magnitude 7,3 e profundidade de 33,9 km teve seu epicentro 32 km a sudoeste de Halabja, cidade localizada no Curdistão iraquiano, no nordeste do país, a apenas 15 km da fronteira com o Irã.

O abalo foi sentido em várias regiões do Irã e do Iraque, e seus reflexos também foram percebidos em cidades da Turquia e de Israel.

Todos os mortos registrados até então no Irã eram da província fronteiriça de Kermanshah, informou o vice-governador, Mojtaba Nikkerdar. "Ainda havia muitas pessoas sob os escombros. Nós acreditamos que o número de mortos e feridos vá cresscer, mas talvez não muito", afirmou Nikkerdar à TV estatal. Ao todo,14 provincias do país teriam sigo atingidas, segundo a TV local.

A cidade mais atingida foi a iraniana Sarpol-e-Zahab, que fica em Kermansah, onde 236 pessoas morreram.

Moradores da cidade descreveram para a agência de notícias Associated Press o cenário da cidade, com prédios caindo e ruas destruídas. A região está sem água e energia e com problemas no sinal de telefone.

Como o tremor ocorreu pouco depois das 21h locais (16h de domingo em Brasília), as equipes de resgate tinham muitas dificuldades porque o serviço de eletricidade foi interrompido em toda a região, e muitas vilas rurais em localidades remotas ainda não haviam sido alcançadas pelos socorristas, especialmente do lado iraniano da fronteira.

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, ofereceu condolências aos atingidos pelo tremor e disse que todas as agências do governo, incluindo a Guarda Revolucionária, estão a disposição para ajudar no resgate. O primeiro-ministro iraquiano também ordenou prioridade para o caso.

O governo da Turquia anunciou que vai enviar ajuda imediatamente um carregamento de ajuda humanitária para a região.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação
Comercial

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Diretor de Projetos Especiais
Marcelo Barros