Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Sexta, 16 Fevereiro 2018 18:14

Pastor forja evento evangélico para vender carro na praia

Ao se defender, em um vídeo postado na internet, o pastor disse que o ato foi “responsabilidade de Satanás”
No dia e local anunciados, o pastor montou e realizou o evento mesmo sem autorização da prefeitura No dia e local anunciados, o pastor montou e realizou o evento mesmo sem autorização da prefeitura Reprodução/Facebook
Da Reportagem
De São Paulo

A Prefeitura do Guarujá, no litoral paulista, apreendeu equipamentos de som do pastor Gustavo Reis, da Igreja Luzz, depois que ele pediu autorização para fazer um evento religioso e montou um estande de vendas com uma réplica de um carro de luxo em frente à Praia de Pernambuco.

Ao se defender, em um vídeo na internet, o pastor disse que o ato foi “responsabilidade de Satanás”. O evento, considerado ilegal ocorreu durante o carnaval. Ele montou uma tenda, pendurou cartazes e posicionou o automóvel em frente.

No ofício onde pediu a autorização da prefeitura, o pastor justificou que o evento tinha o objetivo de “reunir cristãos da cidade de Guarujá para comunhão e propagação do evangelho de Cristo Jesus aos moradores e turistas, através do evangelismo e culto”, escreveu.

Mesmo sem a autorização da Secretaria de Cultura da cidade, o pastor continuou divulgando o evento e uma força-tarefa montada pela prefeitura, com o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar, monitorou a divulgação da atividade nas redes sociais.

No dia e local anunciados, o pastor montou e realizou o evento. A força-tarefa foi ao local pela e o intimou a desmontar a estrutura. Para a prefeitura, o pastor forjou uma ação religiosa para promover o lançamento e a venda da réplica de um veículo conversível de alto padrão. Após ter os equipamentos apreendidos, o pastor Gustavo Reis publicou um vídeo em uma rede social se defendendo. “A culpa não é de um indivíduo, é de um sistema, da falta de comunicação. Isso o Anticristo, o Satanás, utiliza de todas as maneiras para colocar as pessoas umas contra as outras”, justificou. Outra irregularidade cometida pelo pastor, segundo a prefeitura é a suspeita de que o pastor mantenha uma pousada com registro de igreja evangélica, sendo assim isento de IPTU. O caso será apurado pela prefeitura.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado