Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Sexta, 12 Janeiro 2018 17:51

Sobe para 21 o número de mortos por febre amarela em São Paulo

Também houve aumento nos casos autóctones, quando a doença é contraída na própria cidade, que passaram de 29 para 40
No dia 3 de fevereiro começa uma campanha de vacinação que pretende imunizar 53 cidades do estado No dia 3 de fevereiro começa uma campanha de vacinação que pretende imunizar 53 cidades do estado Thiago Neme/Gazeta de São Paulo
Da Reportagem
De São Paulo

O número de mortes por febre amarela silvestre confirmadas no Estado de São Paulo subiu para 21, segundo dados da Secretaria de estado da Saúde. O último registro era de 13 óbitos. Também houve aumento nos casos autóctones, quando a doença é contraída na própria cidade, que passaram de 29 para 40. Não há casos de febre amarela urbana no Brasil desde 1942.

Segundo a pasta, o número se refere ao período de 2017 até o momento. Os casos que evoluíram para óbito foram contraídos em Américo Brasiliense, Amparo, Atibaia, Batatais, Itatiba, Jarinu, Mairiporã, Monte Alegre do Sul, Nazaré Paulista, Santa Lúcia e São João da Boa Vista.

Os demais casos autóctones, onde não foram registradas mortes, tiveram como locais de infecção os municípios de Águas da Prata, Caieiras, Campinas, Jundiaí, Mococa, Cássia dos Coqueiros, Santa Cruz do Rio Pardo e Tuiuti.

A vacinação está sendo intensificada e doses fracionadas começarão a ser aplicadas a partir de 3 de fevereiro. A meta é imunizar 6,3 milhões de pessoas. “Com isso, até o final do mês cerca de metade da população paulista estará imunizada contra a doença”, afirmou a secretaria, em nota. A campanha terminará em 24 de fevereiro.

De acordo com a pasta, 7 milhões de pessoas foram vacinadas em todo o Estado no ano de 2017, o que representa praticamente o dobro do número de imunizados durante os dez anos anteriores.

A secretaria informou ainda que, desde julho de 2016, foram registrados 2.491 casos de morte ou adoecimento de primatas e que 617 tiveram confirmação para febre amarela. A comprovação foi feita por meio de análise laboratorial do Instituto Adolfo Lutz, sendo que 61,5% dos primatas mortos estavam na região de Campinas.

Campanha de vacinação

No dia 3 de fevereiro, uma campanha de vacinação terá início em 53 cidades do estado de São Paulo, com a dose fracionada da vacina – tão efetiva quanto a dose normal, mas que protege por até 8 anos a pessoa vacinada. A meta é imunizar 6,3 milhões de pessoas – 2,5 milhões só na cidade de São Paulo.

A vacinação irá começar nos lugares onde o vírus está circulando, mas o objetivo é que, em um ano, atinja todo o Estado. Para isso, será feita em etapas.

Quem for viajar para áreas que exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia, o CIVP, devem tomar a dose inteira da vacina da febre amarela (0,5 ml) - e não a dose fracionada, de 0,1 ml, que será aplicada em algumas regiões do País. O certificado de vacinas é emitido pela Anvisa e comprova a vacinação contra
doenças.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado