Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
Segunda, 04 Dezembro 2017 17:06

Carteiros se queixam de assaltos e violência na Baixada

Muitos já foram vítimas de agressões e até sequestros, como ocorreu recentemente em Guarujá
No meio deste ano, cerca de 100 carteiros da Baixada Santista fizeram ato em frente à Agência dos Correios no Guarujá No meio deste ano, cerca de 100 carteiros da Baixada Santista fizeram ato em frente à Agência dos Correios no Guarujá Arquivo/DL
Por Diário do Litoral

A maioria dos bairros de pelo menos quatro dos nove municípios da Baixada Santista não está mais recebendo correspondência porque os carteiros estão sendo assaltados. Muitos já foram vítimas de agressões e até sequestros, como ocorreu recentemente em Guarujá. Trabalhadores estão sendo afastados das ruas e outros solicitando aposentadoria. Famílias estão desesperadas. Os profissionais saem para trabalhar sem saber se voltam para casa.

A situação é alarmante em Santos, São Vicente, Praia Grande e Guarujá. Em Bertioga, Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe e Cubatão só ocorrem assaltos esporádicos. Ou seja, ainda está dando para os carteiros efetuarem a entrega de porta em porta normalmente, informa o secretário Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Comunicações Postais da Região do Litoral Centro Sul do Estado de São Paulo (Sintectsantos), Márcio Anselmo Farina, que também é membro da Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios, Telégrafos e Similares.

No meio deste ano, cerca de 100 carteiros que trabalham em Guarujá e no Distrito de Vicente de Carvalho fizeram ato em frente à Agência dos Correios na Avenida Santos Dumont, 935, por segurança.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação
Comercial

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Diretor de Projetos Especiais
Marcelo Barros