Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
Quinta, 09 Novembro 2017 16:56

MP faz operação contra fraudes em coleta de lixo no interior de SP

As prefeituras de Paulínia e Sumaré foram alvos de mandatos de busca, assim como a Câmara Municipal de Paulínia
Operação batizada de ‘Purgamentum’ foi deflagrada a partir de investigação que começou em Minas Gerais Operação batizada de ‘Purgamentum’ foi deflagrada a partir de investigação que começou em Minas Gerais Denny Cesare/Codigo19/Folhapress
Da Reportagem

O Ministério Público de São Paulo e o MP de Minas Gerais, com apoio de forças policiais, realizaram uma operação contra fraudes em contratos de limpeza pública em cidades dos dois Estados, na manhã desta quinta-feira.

Foram cumpridos 15 mandados de prisão, 11 de condução coercitiva e 44 de busca e apreensão. As prefeituras de Paulínia e Sumaré, no interior paulista, foram alvos de mandatos de busca, assim como a Câmara de Paulínia. O prefeito de Paulínia, Dixon de Carvalho (PP), secretários municipais e vereadores foram conduzidos para prestar depoimento na sede do Ministério Público Estadual em Campinas.

O prefeito disse que ia tomar conhecimentos dos fatos antes de se posicionar sobre as investigações. A primeira-dama de Paulínia, Tatiana Castro, e parentes do chefe do Executivo também foram levados para depor. O genro do prefeito foi ouvido primeiro e liberado ainda pela manhã. De acordo com a Polícia Militar, foram apreendidos R$ 26 mil em dinheiro durante as investigações. De Paulínia, foram levados para depor o secretário de Obras e Serviços, Valdir Terrazan, e o chefe de gabinete, Reginaldo Vieira. Terrazan foi vereador em Campinas.

De acordo com a Câmara Municipal, o vereador José Carlos Coco da Silva, o Zé Coco, foi alvo de condução coercitiva. Já o gabinete do vereador Edilson Rodrigues Júnior, o Elsinho, foi alvo de busca e apreensão.

No interior paulista, também foram cumpridos mandados em Ribeirão Preto, Batatais e cidades dessas regiões. Em nota, o MP de São Paulo informou que a operação, batizada de ‘Purgamentum’, foi deflagrada a partir de uma investigação iniciada na cidade mineira de Passos e que chegou às prefeituras paulistas, daí a operação conjunta. Um ex-prefeito de Passos foi preso nesta manhã. Os mandados tinham como alvo pessoas, empresas e prefeituras onde foram detectadas suspeitas de irregularidades em serviços de coleta urbana. A investigação é voltada para a apuração de ilícitos e fraudes em licitação, peculato e outros crimes. (Com informações do Estadão Conteúdo)

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação
Comercial

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Diretor de Projetos Especiais
Marcelo Barros