Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quinta, 09 Novembro 2017 16:56

MP faz operação contra fraudes em coleta de lixo no interior de SP

As prefeituras de Paulínia e Sumaré foram alvos de mandatos de busca, assim como a Câmara Municipal de Paulínia
Operação batizada de ‘Purgamentum’ foi deflagrada a partir de investigação que começou em Minas Gerais Operação batizada de ‘Purgamentum’ foi deflagrada a partir de investigação que começou em Minas Gerais Denny Cesare/Codigo19/Folhapress
Da Reportagem

O Ministério Público de São Paulo e o MP de Minas Gerais, com apoio de forças policiais, realizaram uma operação contra fraudes em contratos de limpeza pública em cidades dos dois Estados, na manhã desta quinta-feira.

Foram cumpridos 15 mandados de prisão, 11 de condução coercitiva e 44 de busca e apreensão. As prefeituras de Paulínia e Sumaré, no interior paulista, foram alvos de mandatos de busca, assim como a Câmara de Paulínia. O prefeito de Paulínia, Dixon de Carvalho (PP), secretários municipais e vereadores foram conduzidos para prestar depoimento na sede do Ministério Público Estadual em Campinas.

O prefeito disse que ia tomar conhecimentos dos fatos antes de se posicionar sobre as investigações. A primeira-dama de Paulínia, Tatiana Castro, e parentes do chefe do Executivo também foram levados para depor. O genro do prefeito foi ouvido primeiro e liberado ainda pela manhã. De acordo com a Polícia Militar, foram apreendidos R$ 26 mil em dinheiro durante as investigações. De Paulínia, foram levados para depor o secretário de Obras e Serviços, Valdir Terrazan, e o chefe de gabinete, Reginaldo Vieira. Terrazan foi vereador em Campinas.

De acordo com a Câmara Municipal, o vereador José Carlos Coco da Silva, o Zé Coco, foi alvo de condução coercitiva. Já o gabinete do vereador Edilson Rodrigues Júnior, o Elsinho, foi alvo de busca e apreensão.

No interior paulista, também foram cumpridos mandados em Ribeirão Preto, Batatais e cidades dessas regiões. Em nota, o MP de São Paulo informou que a operação, batizada de ‘Purgamentum’, foi deflagrada a partir de uma investigação iniciada na cidade mineira de Passos e que chegou às prefeituras paulistas, daí a operação conjunta. Um ex-prefeito de Passos foi preso nesta manhã. Os mandados tinham como alvo pessoas, empresas e prefeituras onde foram detectadas suspeitas de irregularidades em serviços de coleta urbana. A investigação é voltada para a apuração de ilícitos e fraudes em licitação, peculato e outros crimes. (Com informações do Estadão Conteúdo)

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado