Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
Segunda, 09 Outubro 2017 16:57

Capivaras morrem em represa em SP

A morte dos animais, considerados os maiores roedores do Brasil, foi denunciada por moradores
Como alguns urubus se alimentaram da carne dos animais mortos e também morreram, existe a suspeita de envenenamento Como alguns urubus se alimentaram da carne dos animais mortos e também morreram, existe a suspeita de envenenamento reprodução tv tem
Por Estadão Conteúdo

Ao menos 16 capivaras foram encontradas mortas, entre a manhã e a tarde da última quinta-feira, às margens da Represa de Itupararanga, em Piedade, no interior de São Paulo. Como alguns urubus se alimentaram da carne dos animais mortos e também morreram, existe a suspeita de envenenamento. A represa abastece cinco cidades da região, entre elas grande parte de Sorocaba, com 665 mil habitantes.

A morte dos animais, considerados os maiores roedores do Brasil, foi denunciada por moradores. O diretor de Agricultura e Meio Ambiente da prefeitura de Piedade, Osmar Borzachini, esteve no local e não descarta a hipótese de envenenamento.

“Também pode ser uma doença, uma infecção. Como a área é particular, faz parte de um condomínio de chácaras de recreio, colocamos um profissional à disposição do condomínio para eventual coleta de material para exames”, afirmou o diretor.

Ele considerou improvável o envenenamento por agrotóxicos, embora existam cultivos de legumes e verduras em áreas próximas. “São animais de grande porte, que pesam mais de 100 quilos. É muito difícil se intoxicarem ao ponto de morrer pelo consumo de plantas tratadas com agroquímicos”, disse. “Se houve envenenamento, o que só os exames podem confirmar, teria sido uma ação dirigida.”

As capivaras são indesejadas quando estão próximas de casas, por serem hospedeiras do carrapato-estrela, potencial transmissor da febre maculosa.

A Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo informou que a Polícia Ambiental está investigando a morte das capivaras, bem como eventual autoria. Conforme o Departamento de Fauna da pasta, se o envenenamento for comprovado, se tratará de crime ambiental e, se identificados, os autores serão autuados e responderão pelos crimes.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação
Comercial

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Diretor de Projetos Especiais
Marcelo Barros