Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Segunda, 12 Março 2018 11:20

Sem Dorival, São Paulo desencanta e volta a fazer três gols após sete meses

A última vez que o São Paulo tinha feito mais de gols numa partida foi diante do Cruzeiro, no Morumbi, em um triunfo por 3 a 2 obtido na primeira rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro
No Campeonato Paulista, o São Paulo tinha um dos piores ataques da competição antes de vencer o Red Bull No Campeonato Paulista, o São Paulo tinha um dos piores ataques da competição antes de vencer o Red Bull Paulo Pinto/saopaulofc.net
Por Folhapress
De São Paulo

Sob o comando do interino André Jardine, o São Paulo quebrou um incômodo jejum ligado ao ataque. Ao derrotar o Red Bull por 3 a 1 no Morumbi na tarde de domingo (11), o time tricolor voltou a fazer três gols depois de sete meses.

Dessa forma, o ataque desencantou justamente no jogo seguinte à saída do técnico Dorival Júnior, que dirigiu o time 32 vezes sem conseguir atingir a marca -foram 18 no ano passado e outros 14 na temporada atual.

A última vez que o São Paulo tinha feito mais de gols numa partida foi diante do Cruzeiro, no Morumbi, em um triunfo por 3 a 2 obtido na primeira rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Dorival comandou o São Paulo em 40 jogos, com 17 vitórias, 11 empates e 12 derrotas. Com ele, o time tricolor só conseguiu marcar mais de três gols em duas oportunidades. Além do duelo com o Cruzeiro, a equipe também marcou na vitória por 4 a 3 sobre o Botafogo, no Rio.

ESTADUAL

No Campeonato Paulista, o São Paulo tinha um dos piores ataques da competição antes de vencer o Red Bull. Eram apenas nove gols marcados pela equipe nos 11 jogos que disputou.

Com Jardine, o São Paulo teve mudanças significativas na formação do time. O interino, que trabalhou sob os olhares de Diego Aguirre, treinador anunciado pelo clube para a vaga de Dorival, escalou Diego Souza no meio-campo.

Contratado para ser centroavante, o jogador atuou inicialmente ao lado de Nenê e Caíque, com Tréllez na referência do ataque. No segundo tempo, Jardine colocou Marcos Guilherme no lugar do colombiano, deslocando Diego Souza para a área.

O São Paulo saiu atrás no placar após uma falha do goleiro Jean na saída de bola, mas empatou em um lance que teve Nenê como protagonista -o meia cruzou e viu Nininho marcar contra. Na etapa final, o zagueiro Arboleda e Marcos Guilherme também balançaram a rede.

O clube apresentará Diego Aguirre na tarde desta segunda-feira. O treinador uruguaio deve comandar o time somente na primeira partida das quartas de final, no próximo fim de semana, diante do São Caetano, fora de casa. Jardine deve estar à frente da equipe tambám na próxima quarta-feira, contra o CRB, pela Copa do Brasil. No jogo de ida, ainda no comando de Dorival, o time venceu por 2 a 0 no Morumbi.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado