Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
Quinta, 10 Agosto 2017 15:57

Cícero, Nem e Neilton colocam planejamento do São Paulo em xeque

Como reflexo também dessas mudanças de percurso, o time já foi eliminado de três competições no ano e ocupa apenas 17ª posição, na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro
Cícero foi afastado do time na quarta-feira (09) Cícero foi afastado do time na quarta-feira (09) Rubens Chiri/SPFC
Por Folhapress

Quando o São Paulo começou a pré-temporada, Cícero, Wellington Nem e Neilton despontaram como três das principais contratações. Oito meses depois, os três não fazem parte do time e, desta maneira, colocam em xeque o planejamento do clube para 2017. Como reflexo também dessas mudanças de percurso, o time já foi eliminado de três competições no ano e ocupa apenas 17ª posição, na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

O primeiro a deixar o São Paulo foi Neilton, que rescindiu o seu vínculo para acertar a sua transferência para o Vitória. No total, o atacante disputou apenas 11 partidas pelo time e não marcou nenhum gol. O rendimento abaixo do esperado havia rendido críticas do então treinador Rogério Ceni e da torcida. Neilton chegou ao Morumbi em uma troca com o Cruzeiro pelo volante Hudson.

Emprestado pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, Wellington Nem será submetido à cirurgia para correção do rompimento do ligamentos cruzado anterior e colateral medial do joelho direito e não entra em campo mais neste ano. Desta forma, ele fechou a passagem pelo clube com 25 partidas, um gol e muitas críticas da torcida.

Apesar dos treinadores Rogério Ceni e Dorival Júnior aprovarem a performance do atacante, muitos dentro do clube questionam o tempo do contrato assinado. Nem acertou uma temporada de acordo com o São Paulo, sendo que é um jogador que não disputava mais do que 19 partidas em um ano desde 2012, quando defendia o Fluminense. Além do histórico com lesões, contava contra o tempo de readaptação ao futebol brasileiro depois de três temporadas no exterior.

Por fim, Cícero chegou ao São Paulo por indicação de Rogério Ceni. Considerado um jogador caro para a sua idade, 32 anos, o meio campista não conseguiu emplacar uma boa sequência com a camisa tricolor.

Apesar de ter disputado 32 partidas e marcado quatro gols, ele também foi alvo de críticas e se envolveu em polêmicas. No clássico com o Corinthians durante o Paulistão, uma prancheta caiu no pé do meio campista quando Rogério Ceni deu um chute em um momento de fúria. Já em um treino, ele foi repreendido por Ceni quando levou o filho para visitar o CT. A situação gerou um mal-estar entre os dois.

Comunicado de seu afastamento, Cícero vai treinar no CT em horários alternativos ao lado do também afastado Lucão e de Lucas Kal, Hugo Gomes, Foguete e Pedro, que retornaram de empréstimo. A intenção é negociá-lo com um time de Série B ou do exterior. Segundo apurou a reportagem, o desejo do departamento de futebol é assinar rescisão de Wesley, que tem proposta do Oriente Médio, e manter o restante do elenco até o fim do ano.

OUTRO LADO

No início do ano, o São Paulo tinha como diretor de futebol José Jacobson -hoje o departamento é dirigido por Vinícius Pinotti. Já o comando técnico era de Rogério Ceni, que foi substituído por Dorival Júnior a partir de julho Além dessas mudanças, o clube teve de lidar com a saída de jogadores para o mercado europeu, como David Neres, Luiz Araújo, Lyanco, Maicon e Thiago Mendes.

"De acordo com o planejamento que fizemos, na pré-temporada com o Ceni, trouxemos os jogadores que ele solicitou. Começamos muito bem, ganhamos a Florida Cup contra o Corinthians, mas tivemos três resultados que não foram bons em três torneios. Perdemos quando não podíamos. O Rogério começou um trabalho sério, muito bem feito. Acho que ele ainda vai vingar como treinador. O planejamento foi muito bem feito, validado pelo Leco, pelo José Medices [vice de futebol, na época], e estava indo bem. Mas tivemos problemas, atletas que receberam propostas para ir embora e não tinha como dizer não. Por isso, o planejamento quebrou um pouco", avaliou Jacobson.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação
Comercial

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Diretor de Projetos Especiais
Marcelo Barros