Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Terça, 15 Maio 2018 18:02

'Foram dois anos de muita luta, mas também de muitas vitórias', diz Temer

“Sem dúvida creio que todos nós fomos responsáveis por tirar o Brasil do vermelho”, disse o presidente Michel Temer
O presidente Michel Temer afirmou que conseguiu combater a inflação no País O presidente Michel Temer afirmou que conseguiu combater a inflação no País Marcos Corrêa/PR
Por Estadão Conteúdo

O presidente da República, Michel Temer, disse na tarde desta terça-feira, que muita gente disse “não” às ações do seu governo nos últimos dois anos, mas afirmou que a sua gestão conseguiu combater a inflação e a recessão que o País enfrentava.

“Foram dois anos de muita luta, mas também de muitas vitórias”, afirmou, em cerimônia de celebração de dois anos de seu governo, que chamou de reunião de trabalho. “Resolvi chamar todos do governo nesse relato de tudo aquilo que foi ao longo desses dois anos de governo”, completou.

Para o presidente, seu governo tinha um plano e a coragem para colocar em prática as medidas necessárias. “Tínhamos um lema trivial, mas de grande significação: ordem e progresso. Não tínhamos dúvida nem hesitações, tínhamos caminhos traçados”, afirmou, citando a chamada “Ponte para o Futuro”, do PMDB. Segundo ele, esse documento, elaborado antes de sua posse, foi o mapa do seu governo até aqui. 

Temer considerou que sua equipe nesses dois anos foi uma “das melhores dos últimos tempos”, e o resultado foi vencer a pior recessão da história do País. “Avançamos muito nesses 24 anos de trabalho. Me sinto responsável pelas atitudes e escolhas que fiz Sempre pensei em um Brasil maior”, repetiu.

Ele citou a queda da inflação para cerca de 3% ao ano e o retorno do crescimento do PIB para uma taxa superior a 2% prevista para este ano. “Sem dúvida creio que todos nós fomos responsáveis por tirar o Brasil do vermelho e colocarmos o Brasil no rumo certo”, enfatizou.

O presidente elogiou o trabalho do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles citando a aprovação do Teto de Gastos, que considerou o primeiro passo acertado do seu governo. “O teto ficará como legado para o futuro da gestão pública brasileira. Começava ali um sentimento de que era possível reformar o nosso País”, avaliou.

Temer fez uma homenagem ao deputado Rômulo Gouvea (PSD-PB), que morreu no último fim de semana. “Não queria começar essa reunião sem fazer essa lembrança e essa homenagem”, afirmou.

Em um extenso balanço das ações de seu governo nos últimos dois anos, Temer destacou a ampliação da produção e do comércio exterior. Ele enalteceu o aumento da produção de veículos após três anos seguidos de queda e a venda de caminhões. “Mais de oito montadoras residentes no País anunciaram aumento de investimentos no setor, sendo que duas dessas fábricas (Fiat e Toyota) criaram um terceiro turno de trabalho, o que significa mais empregos”, detalhou.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado